domingo, 19 de maio de 2013

QUESTÕES DO FILME INTOCÁVEIS

1. Que contrastes podemos observar entre Philippe e Driss?
2. Por que Philippe contratou Driss e acabou gostando muito de seu trabalho de assistente pessoal?
3. De que maneira o trabalho com Philippe mudou a vida de Driss?
4. Que valor ou valores éticos são mostrados no filme? Justifique.
5. Conforme o filme, como podemos lidar com as “diferenças” e encarar nossos “limites”?

3 comentários:

mariana dias disse...


1- Philippe eh branco, rico, bem educado, deficiente físico e conhece pessoas da alta sociedade. Já Driss eh negro, pobre, com educação limitada, tem ótimo porte físico, conhece pessoas marginais e foi presidiário.

2- Ele queria uma pessoa diferente dos que já haviam cuidado dele, e por isso viu em Driss uma coisa diferente, um desafio. E gostou principalmente do fato de Driss não ter pena ou compaixão pra com ele, e o trata como uma pessoa normal, sem deficiência, como na cena do celular.

3- Ele mostrou para Driss que o dinheiro não eh tudo, que todas as familias tem problemas e que a vida pode ser diferente se realmente quisermos.

4- Aqui depende muito da sua interpretação, eu vi honra, perseverança, forca, mudança de paradigmas, amizade e respeito. Mas cada pessoa vai ver de uma forma diferente e por suas razões.

5- Diferentes todos somos, mas sempre temos algo em comum enquanto humanos, sempre queremos coisas parecidas e ficamos tristes por motivos semelhantes. Nossos limites vão além do nosso corpo, ou nossa posição social, ou nosso passado, e sempre, sempre podemos ser e fazer melhor!

mariana dias disse...

1- Philippe eh branco, rico, bem educado, deficiente físico e conhece pessoas da alta sociedade. Já Driss eh negro, pobre, com educação limitada, tem ótimo porte físico, conhece pessoas marginais e foi presidiário.

2- Ele queria uma pessoa diferente dos que já haviam cuidado dele, e por isso viu em Driss uma coisa diferente, um desafio. E gostou principalmente do fato de Driss não ter pena ou compaixão pra com ele, e o trata como uma pessoa normal, sem deficiência, como na cena do celular.

3- Ele mostrou para Driss que o dinheiro não eh tudo, que todas as familias tem problemas e que a vida pode ser diferente se realmente quisermos.

4- Aqui depende muito da sua interpretação, eu vi honra, perseverança, forca, mudança de paradigmas, amizade e respeito. Mas cada pessoa vai ver de uma forma diferente e por suas razões.

5- Diferentes todos somos, mas sempre temos algo em comum enquanto humanos, sempre queremos coisas parecidas e ficamos tristes por motivos semelhantes. Nossos limites vão além do nosso corpo, ou nossa posição social, ou nosso passado, e sempre, sempre podemos ser e fazer melhor!

Sonia Maria disse...

O nome do filme já diz tudo,duas pessoas que sofrem preconceito, mas encontram de maneira que um completa o outro superando suas limitações, descobrindo o valor da vida ,confrontando e completando o mundo desses maravilhosos protagonistas!