quarta-feira, 26 de março de 2008

Ponto de contato

O por do sol que me recordo é de um fim de tarde numa praia, em que a luz num vigor que se desvanecia, se refletia sobre o mar, e me angustiava, porque sentia a vida como momentos de monôtomia que aparece e se apaga, que segue um ciclo mecânico e sem sentido, e na qual damos significados para não sermos tragados por ela.

2 comentários:

.danE disse...

a vida está ai, a monotonia é opcional! faça acontecer, viva cada instante como se fosse o ultimo! somente assim seras uma pessoa totalmente feliz e realizada!
ta lindo o blog querido, continue postando essas maravilhas que escreves..
grande abraço
Daniel

Adriano C. Tardoque disse...

Esta sua luta com os significados é antiga. E parece, que tu insistes em ficar no primeiro round. É hora de passar esta etapa. A monotonia é a raiz da criação.
Visite meu blog's... Ambos tem novidades.
Grande abraço!

Adriano Tardoque