segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Ética em Foucault



Para pensar a ética, Foucault recorre aos gregos do século V e IV a.C.. Era muito importante para o grego sua prática política e econômica, e para bem desempenhar suas funções era essencial cuidar de si próprio. Somente um homem livre, construtor de sua própria vida, determinante de suas próprias razões e ações poderia desempenhar suas funções na polis (cidade-Estado) de forma adequada. Para o grego tomar as rédeas da própria vida era como construir uma obra de arte, esculpir uma vida bela. Ética nesse sentido era um modo de relacionamento do indivíduo consigo mesmo, não como no cristianismo que instituia uma moral como obediência a um sistema de regras. Sendo assim entre os gregos era possível a variabilidade e a diversidade, o que não ocorria no cristianismo que buscava a obediência e a uniformidade. Tomando como base a ética grega Foucault desenvolveu o conceito de "Éstética Existencial". "Estética" porque remete a arte (conjunto aberto e variável de técnicas de construção e criação), e nese sentido cabe ao indivíduo produzir e gerenciar a própria vida exercendo sua maioridade intelectual sem recorrer a dogmas e "autoridades". "Existencial" porque o indivíduo se constitui como livre que é, na experiência. Isso implica duas coisas: ter uma atitude limite e uma experimental. Não podemos ignorar o tecido social no qual estamos inseridos, mas aprender a vê-lo como histórico, singular, contingente e arbitrário e jamais como universal, necessário e obrigatório. Isso nos remete a outra parte da experiência, a atitude experimental, onde a guisa do que sabemos exercitamos nossa liberdade transgredindo os limites que são impostos sobre nossa vida, e em especial o discruso fascista e totalitário que domina, anula nosso eu e visa uniformizar comportamentos. É importante destacar que o indivíduo não tem uma atitude limite e experimental mudando seu modo de ser sem mudar sua relação consigo, com os outros e com a verdade ( o saber).

3 comentários:

kaninha disse...

nossa, todas essas ideias estavam rondando a minha mente, mas o seu texto conseguiu sintetizar mto bem. ajudou-me muito! obrigada

divanei zaniqueli disse...

Muito bom, eu estava precisando de uma definição de estética existencial, obrigado!

divanei zaniqueli disse...

Muito bom, eu estava precisando de uma definição de estética existencial, obrigado!